Em post emergencial com mais imagens e menos texto o blog zapper lamenta a volta de uma banda que já foi sensacional (o Arcade Fire) e que acabou de lançar um disco ruim, e também fala da perda de um nome gigante da MPB, de um showzaço grátis que rola neste finde em Sampa e de mais algumas poucas paradas aê, enquanto o novo postão não chega de fato

BANNERMUG17

 

IMAGENLOJACRISDIAS

Acesse a Vintage nas redes sociais: https://www.facebook.com/vintagelandmodavintage/

IMAGEMAF17II

O americano Arcade Fire (acima), liderado pelo vocalista e guitarrista Win Buttler (abaixo), lança seu novo e ruim disco de estúdio, mostrando que uma das poucas outrora ótimas bandas do rock planetário dos anos 2000′, ao que parece também começou sua descida rumo à decadência

IMAGEMAF17

 

Foram e continuam sendo dias (ou semanas) bastante complicados na vida de Zap`n`roll. O blog foi há dois finais de semana para Sorocaba com a missão de cobrir o bacaníssimo festival indie Circadélica que rolou por lá, foi organizado e produzido pela turma querida do grupo Wry e que reuniu muitos nomes beeeeem legais da indie scene nacional. Enfim, tudo estava ótimo até o final da noite de domingo quando, na volta para o bastante luxuoso hotel em que a produção do evento nos hospedou, dois malacos armados em uma moto colaram ao lado do loker aqui e simplesmente levaram a bolsa onde estava o seu notebook, nossa atualmente principal ferramenta de trabalho.
Zap`n`roll sentiu seu mundo literalmente desabar e não havia o que fazer naquele instante. A volta sem o note para Sampa foi dolorosa e passamos os últimos dez dias penando sem o equipamento – aliás o jornalista zapper nunca havia ficado tanto tempo sem um notebook desde 2011, quando começou a utilizar este tipo de computador portátil.
Mas tudo se resolve, mesmo que aos poucos e na raça. Então já com um novo velho note em mãos cá estamos novamente. Com um post menor e emergencial, é verdade e mais para lembrar ao nosso sempre dileto leitorado que estamos aqui, vivos e sem abandonar quem nos acompanha. Sendo que na semana que vem, se nada der errado, estaremos publicando outro post, este como sempre com textão e todas aquelas análises e opiniões polêmicas que você só encontra aqui, certo?
De modos que vamos aí embaixo a alguns assuntos em textos rápidos, tipo express mesmo, apenas para não deixar passar mais uma semana em branco. Vamos que vamos!

 

***O Arcade Fire, que confirmou duas gigs no Brasil em dezembro (8, sextona, no Rio De Janeiro, e sabadão, 9, em Sampa, lá no estacionamento do Anhembi), enfim lançou “Everything Now”, seu quinto álbum de estúdio nesses dezesseis anos de carreira. Pode esquecer aquela banda fantástica que lançou um sublime álbum de estréia em 2004 (o até hoje imbatível “Funeral”), repleto de ambiências sonoras e melódicas variadas, intensas e algo melancólicas. A versão 2017 do AF caiu despudoradamente em nuances pop dançantes, algo que já havia se pronunciando no CD anterior do grupo, “Reflektor”. E o problema nem é esse direcionamento musical mais pop/dance. O trabalho sofre mesmo de falta de profundidade estética e orgânica, o que pode ser facilmente percebido após duas audições. Resvalando no superficial e quase irrelevante em termos artísticos, o novo álbum de Win Buttler e cia infelizmente indica que um dos poucos ótimos nomes do rock planetário dos anos 2000′ começou sua descida rumo à decadência artística – mas tem “brogui vizinho” arroz-de-festa que continua amando, hihihi.

CAPAAF1

Capa do novo álbum do Arcade Fire

 

***Sendo que o novo disco do AF pode ser conferido aí embaixo, além também do mais recente single do conjunto, “Electric Blue”.

 

***Já a produção do Lollapalooza BR 2018 divulgou as datas do festival ano que vem. Ele acontece novamente em Interlagos, em três noites: 23, 24 e 25 de março. E com prováveis headliners como LCD Soundsystem (argh…), Red Hot Chili Peppers (de novo?), The Killers (aaaaargh!) e Pearl Jam (também de novo?), não custa perguntar: alguém vai mesmo gastar sua suada bufunfa nessa porra?

 

***Showzaço fodíssimo, como sempre, foi o que Jonnata Doll e seus guris solventes mostraram no domingo passado no Centro Cultural São Paulo. O rock nacional, mesmo o independente, está mais morto do que vivo. Mas bandaças como Jonnata e os Boogarins (sendo que uma não tem absolutamente NADA a ver com a outra, em termos sonoros: a primeira resgata com fúria o proto punk, o glam rock e o pós-punk dos 80’ com ótimas letras em português; a outra mergulha com ambiências e melodias sublimes na psicodelia sessentista e setentista) são geniais EXCEÇÕES nesse oceano de grupelhos inúteis da atual geração rock BR e talvez duas das melhores formações que surgiram no rock brazuca nos anos 2000′. Foi uma porrada sônica e que está muito bem registrada aí embaixo, nas sempre ótimas imagens do expert fotógrafo rocker Jairo Lavia.

IMAGEMJONNATADOLL17

Jonnata Doll (acima) arrasa mais uma vez com sua performance semana passada, em Sampa; após a gig, no camarim, dupla rocker de respeito (o vocalista dos Garotos Solventes e o blogger loker) se confraternizamFINATTIJONNATA17

 

***E neste finde tem mais rock alternativo de ótima cepa no CCSP. Sobem ao palco por lá amanhã, sábado, os sorocabanos já lendários do Wry, acompanhados do noise guitar dos mineiros do Lava Divers. Começa às oito da noite e é DE GRÇA, sendo que o CCSP fica na rua Vergueiro 1.000, ao lado da estação de metrô do mesmo nome. Programão rock’n’roll pra este sábado!

 

***Vão-se os ÓTIMOS, ficam os bandidos. Luiz Melodia, nome gigante da MPB que importa, nos deixou, vencido por um câncer. Enquanto isso o vampiro e Conde Drácula do Planalto segue por lá, comprando o Congresso Nacional e comandando a QUADRILHA que saqueia sem dó este pobre e miserável bananão desdentado. Rip Negro Gato. Um dia nos reencontramos numa outra estação, se ela existir mesmo.

IMAGEMLUIZMELODIA

Negro Gato, gênio da MPB, infelizmente nos deixou para sempre

 

***Então é isso. Como já explicamos este é um post menor e emergencial (com mais imagens e menos texto), enquanto ainda estamos nos adaptando ao novo notebook. Mas fica a promessa de que, na semana que vem, tudo voltará ao normal por aqui, okays? Então até lá, sempre com o melhor da cultura pop e do rock alternativo.

XXX

Zap’n’roll manda um beijo no coração da Gisélia Silva, da Patrícia Ariane e da Patrícia Santos, que sempre estarão dentro da alma zapper!

 

(enviado por Finatti às 18hs.)

8 Comentários

    1. Ahahahaha, voltam essa semana Doisberto, rsrs. O HUMberto quase foi pro saco semana passada, derrubado por uma bactéria assassina. Mas essa semana voltamos ao ritmo normal, com mais fotos da última musa, a gatíssima Paloma Silva. Os leitores pediram e vamos dar repeteco da garota, eba!

    1. Carma Regão (rsrs)! Nem sempre podemos manter o padrão em todos os os posts, ainda mais quando tive problemas sérios por aqui como expliquei no blog. Semana que vem acho que voltamos com tudo novamente, beleza?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*